E Depois do Natal?

O Natal de 2017 já se foi, já nos despedimos da nossa família que está mais longe, já arrumámos as prendas e agora pensamos: "E depois do Natal?"

0
727
Natal As Teorias da Elsa

Acabou-se o sentimento de generosidade que nos invade nesta época?

Deixamos de olhar para as pessoas que estão a pedir na rua, com frio e com fome, com pena?

Já não compramos presentes para os outros, mas aproveitamos os saldos de Inverno para comprar as prendas que desejamos, mas que não tivemos?

Vamos trabalhar ansiosos para que venha a passagem de ano para não trabalharmos mais um bocadinho?

E depois do Natal? Mudou alguma coisa?

Durante o Natal? Mudou alguma coisa?

Comemos e bebemos sem limite e agora já só pensamos em derreter as calorias ganhas com a época natalícia?

Natal

Fomos felizes nesta noite que se diz de união familiar? Não discutimos com as pessoas da nossa família que só vemos durante mais tempo nesta época?

O que é o Natal? Não era suposto irmos à missa do galo beijar a perninha ao menino Jesus?

Não é por causa do menino Jesus que o Natal existe? Ou será por causa das prendas? Será talvez para reunir a família?

É um tempo de perdão infinito? Podemos fazer e dizer tudo o que queremos que estaremos sempre perdoados?

Natal 2017

Como eu vejo o Natal:

Depois de fazer estas e muitas outras perguntas durante vários anos, creio que já consegui desenvolver uma lógica à Elsa.

O Natal para mim significa muito pouco, mas ao mesmo tempo bastante.

É um dia. É aquele dia específico porque alguém assim quis. Mas na minha cabeça poderia ser outro dia ou até vários dias.

Se fossem vários dias seria muito mais fácil estar com a família da parte do pai, da parte da mãe e até com a família do marido. Teríamos prendas a triplicar.

E por falar em prendas… Eu gosto de prendas. Gosto de dar e gosto de receber. Podem ser pequenas coisas, pequenas lembranças ou até coisas feitas delicadamente à mão.

O que é essencial? Eu não saber o que está dentro do embrulho. Existirem.

Não vejo necessidade de se comprarem grandes presentes, a não ser que existam possibilidades financeiras para o fazerem e sabendo que a pessoa que vai receber quer efetivamente aquilo.

Presente de Natal 2017
Este foi o meu presente de Natal favorito, oferecido pelo meu marido. Somos nós no nosso casamento!

Vejo o Natal como algo passageiro.

Todos os anos me sinto muito ansiosa pela sua chegada.

No próprio dia acordo a pensar: “É hoje!”.

Ao longo do dia tenho um sentimento divido entre: “É mesmo hoje? Parece que está a ser tudo igual!” e outro que pensa: “É hoje, é hoje! Quero comer bacalhau com couves e batatas. Quero fazer jogos. Quero abrir presentes. Quero divertir-me com as pessoas que amo. Quero ser ainda mais feliz daqui a nada do que já sou agora.”

Eu vivo o Natal intensamente.

Vivo o Natal à minha maneira.

Vivo o Natal quando passeio com a minha avozinha de cadeira de rodas.

Vivo o Natal quando organizo e oriento tudo o que faz falta.

Vivo o Natal quando dou lembranças às pessoas que amo.

Vivo o Natal mesmo sabendo que nada vai mudar depois daquele dia.

Mas tem que mudar? Eu gostava que a generosidade dos outros se estende-se ao longo do ano, mas como não posso responder pelos outros, respondo por mim e por aquilo que eu posso fazer.

Eu adorei a minha noite de consoada. Correu tudo lindamente e quem me acompanha no Instagram e no Facebook viu um pouquinho dos meus dias ao lado da minha família, em Ponte de Lima.

Sabem o que eu vos digo?! Depois do Natal vem mesmo a Passagem de Ano e eu já estou ansiosa para comer, beber e festejar a chegada de mais um ano.

E sabem o que vai mudar em 2018? O que eu quiser. O que for melhor para mim. O que me estiver destinado.

Espero que vocês estejam a ter umas excelentes festas!

E para vocês, o que acontece depois do Natal?

COMPARTILHAR
Eu sou a Elsa e tenho 29 anos. Sou uma mulher feliz e cheia de teorias. Adoro viajar, estar por dentro das novidades de lifestyle e casei-me em 2017, por isso, também tenho muitas dicas para vos dar. Espero que gostem do meu cantinho!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here