Sabe Tudo Sobre Branqueamento Dentário

0
138
Branqueamento dentário

Quem é que não quer ter um sorriso super branco? Eu queria! Por isso decidi fazer um branqueamento dentário e hoje conto-vos tudo!

Claro que quando vais à Internet e pesquisas algo sobre um assunto te aparecem mil e uma coisas que te desviam do teu objetivo, por isso, o melhor é sempre recorrer aos especialistas.

Descobri a clínica Cyrne, localizada na Amadora (distrito de Lisboa), e fiquei fã do profissionalismo, da qualidade e da sofisticação dos seus equipamentos.

Se és daquelas pessoas que foge a sete pés do dentista, posso garantir-te que aqui vais ter vontade de ficar. 

O espaço é moderno e acolhedor e as pessoas são extremamente simpáticas.

A minha relação com dentistas não tem sido muito positiva, por isso, não só fiquei fã da clínica como da doutora Sofia Ambrósio que teve sempre a maior amabilidade e atenção para comigo.


TAMBÉM PODES GOSTAR DE LER:


Porque fazer um branqueamento?

Eu sou daquelas pessoas que passa a vida a sorrir. 

Acho piada a tudo e quase não sei ser de outra forma, por isso, sorrir com uns dentes mais brancos foi mesmo uma opção estética.

Hoje em dia somos cada vez mais bombardeados (sobretudo nas redes sociais) por fotografias de “influenciadores” com um sorriso mais branco que a neve.

Claro que não há nada que a edição e a manipulação fotográfica não resolva, mas eu quis ser assim na “vida real” e não apenas no digital.

Como iniciar um branqueamento dentário?

O primeiro passo para fazeres um branqueamento dentário é veres o estado da tua saúde oral, para isso, é recomendável que sejas acompanhado por verdadeiros profissionais que te podem aconselhar e recomendar as melhores práticas.

É importante teres em conta que acima da parte estética deve estar uma preocupação diária em manter uma boa higiene oral, o que inclui o controlo do aparecimento/ tratamento de cáries e da saúde das tuas gengivas.

Se tens pretensão de fazer um branqueamento e não tens possibilidade de ir a esta clínica que eu recomendo, lembra-te que é algo que deve ser sempre avaliado e aconselhado por um médico dentista e não vale a pena te aventurares com outros métodos não certificados. 

Em grávidas e/ou lactantes o branqueamento não é recomendado.

Pessoas com maior sensibilidade dentária poderão ter mais dificuldade em efetuar o tratamento até ao fim, por isso é que o acompanhamento ao longo do processo é tão importante.

Após toda a avaliação necessária, o passo seguinte, no meu caso, foi fazer uns moldes dos meus dentes para poderem confecionar umas moldeiras personalizadas e adaptadas à minha pessoa.

O objetivo com estas moldeiras é que o gel seja colocado da forma mais otimizada para não haver extravasamento para a gengiva.

A doutora Sofia alerta: “uma moldeira standard não é de todo recomendado”.

Fazer o registo da cor na primeira fase é facultativo, mas quem é que não quer ver a diferença entre o antes e o depois?

Como fazer o branqueamento em casa:

Assim que as moldeiras ficaram prontas, a clínica Cyrne deu-me um kit de branqueamento dentário Opalescence que incluía seringas de gel de branqueamento e uma pasta específica para o tratamento.

Para a concentração do agente branqueador que eu utilizei, o normal são seis horas de contacto com os dentes.

Os passos prévios para a colocação do agente branqueador são muito simples e, no meu caso, foram recomendados na seguinte ordem:

  • Lavar bem os dentes;
  • Bochechar bem para retirar a pasta e não haver nenhuma substância entre o agente branqueador e o dente;
  • Passar o fio dentário entre os dentes.

O próximo passo é aplicar o gel na moldeira e basta colocar apenas uma gota pequenina em cada espaço.

Depois a moldeira é encaixada nos dentes e deve-se pernoitar com ela.

No dia seguinte de manhã deve ser retirada.

É preciso bochechar muito bem com água e escovar os dentes com uma escova suave e, de preferência, com uma boa pasta para a sensibilidade (com nitrato de potássio).

A doutora disse-me que iria conseguir ver resultados logo na primeira utilização e foi mesmo verdade.

Que cuidados devemos ter durante o tratamento?

Foi sugerido que evitasse a ingestão de alimentos muito ácidos, como limonadas ou sumos de laranja, ou outros muito condimentados, muito quentes ou muito frios, que pudessem aumentar a sensibilidade, nem muito “escuros” tal como o café, o vinho tinto ou o chá preto.

O que fazer em caso de sensibilidade dentária?

Algumas pessoas têm alguns relatos de sensibilidade quando fazem um tratamento de branqueamento, no meu caso não tive nenhuma situação incomodativa e de forma prolongada.

Só houve duas ocasiões em que senti uma dor muito ligeira e apenas por alguns segundos.

Se existir muita sensibilidade aqui fica a sugestão: “pode colocar-se pasta dessensibilizante nas moldeiras durante 30 minutos para aliviar. Se com todos estes cuidados ainda existir muita sensibilidade também se pode fazer a aplicação do gel dia sim, dia não”.

Este produto pode danificar o esmalte do dente?

Segundo a doutora Sofia Ambrósio “não, porque o produto vai atuar de forma a remover o pigmento que acaba por ficar depositado no esmalte e na dentina do dente. Ele vai eliminar esses pigmentos extrínsecos que ficam integrados no dente. Com este tratamento apenas removemos esse pigmento para que o dente fique mais clarinho.”

Um branqueamento dentário dura para sempre?

Vai sempre depender dos hábitos das pessoas. O consumo de café ou tabaco em excesso pode contribuir para uma redução da durabilidade do branqueamento.

O branqueamento no consultório dentário:

É utilizado mais em situações de recurso ou urgência. A concentração do agente branqueador é mais elevada. Em termos de previsibilidade não é tão boa como o que é feito em casa.

A importância da escolha do agente de branqueamento: 

Curiosa como eu sou, claro que tive de perguntar o porquê da escolha deste gel branqueador e não de outro, até porque existem alguns que são mais baratos.

A resposta foi simples: “é um agente branqueador com qualidade comprovada e com bons resultados. Além disso tem na sua composição um estabilizador de PH que permite que atue apenas durante o período que pretendemos.”

Outros mais baratos “poderão não ser tão eficazes e provocar uma maior sensibilidade dentária”.

Quanto custa?

Na clínica Cyrne este branqueamento dentário, com os produtos já mencionados, tem o valor de 300€ e inclui três consultas de acompanhamento: Uma primeira consulta de avaliação e moldes, uma segunda consulta para acompanhamento e dúvidas sobre o tratamento e uma terceira consulta para avaliação dos resultados finais. 

Se ficaste com vontade de fazer um branqueamento dentário nesta clínica, eu tenho boas notícias: basta dizeres que leste este texto do blog da Elsa e que queres experimentar. 

A clínica oferece gentilmente 15% de desconto a todos os leitores/ seguidores, ou seja, o valor passa a ser de 255€.

Já passaram quase dois meses desde que fiz o branqueamento e posso dizer-vos que continuo muito satisfeita e contente com o meu sorriso!

Volto a reforçar: um sorriso branco é bonito, mas saudável é ainda mais, por isso, trata bem dos teus dentes todos os dias.

Se me queres ver a sorrir diariamente acompanha-me no Instagram!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here