5 Dicas Para Seres Feliz No Natal

1
296
Feliz no Natal

Quem disse que o Natal é sinónimo de felicidade?! Não, não é. Eu já fui muito infeliz nesta época, mas isso mudou. Mudou porque eu quis que mudasse.

Há pessoas que podem pensar: “Mas que raio?! Dicas para seres feliz no Natal?” Pois, eu própria precisei muito delas, mas infelizmente tive de ir vivendo e aprendendo.

Ainda hoje vivo e aprendo.

Partilho o que vou aprendendo, porque sei que pelo menos a uma pessoa neste mundo, este texto pode mudar a vida este Natal.

A felicidade é sempre muito relativa, porque o que pode fazer umas pessoas feliz, pode não fazer outras.

Para mim, todos os dias marcados no calendário como festividade, são realmente vividos de uma forma intensa e não perco oportunidade de tornar esse dia diferente.

Feliz no Natal
Eu mudei! E hoje sinto uma explosão de alegria com a chegada do Natal. Faltam sempre algumas pessoas para o tornar ainda mais perfeito, mas elas estão no meu coração e à distância de um telefonema

O meu Natal tem sido, desde que me lembro, uma grande luta para que fosse passado de uma forma feliz, mas se até há uns anos essa felicidade não dependia de mim, agora depende.

Depende, porque eu mudei o chip que me obrigava a querer estar com quem não queria estar comigo.

O mais importante para encontrarmos o caminho para a felicidade, garanto-vos que é percebermos o que nos faz infeliz.

Se enquadrarmos essa realidade a tudo o resto, garantidamente vai correr bem.

Ou seja, tudo o que nos causa um sentimento negativo, tem uma razão e um porquê.

É isso que temos de descobrir e eliminar da nossa equação de vida. Boa?

Feliz no Natal


TAMBÉM PODES GOSTAR DE LER:


Como podemos ser felizes no Natal?

1- Espalhando a Magia

O Natal é uma época mágica onde está tão enraizado dizer “Bom Natal” a meros desconhecidos, como dizer “Bom dia”, logo aí já estamos a espalhar a magia involuntariamente. Se não o dizes a ninguém, ainda vais tempo!

2 – Viver essa Magia só depende de ti

Viver a magia do Natal só depende de nós, abandonado qualquer sentimento que possa contaminar a nossa felicidade pessoal e familiar. Ficar chateado porque a tia meteu mais 2 gramas de açúcar nas rabanadas do que o que achas normal, não te vai fazer feliz (e isto é um exemplo insignificante, mas real para muita gente).

3 – Pensamentos Positivos atraem coisas positivas 

Este é um dos meus lemas de vida e porque não é o teu? Acredita, muda muita coisa!
Já vos disse e repito as vezes que forem necessárias: pensamentos positivos, atraem coisas positivas. Se te deixares influenciar pelo meu lema, serás muito mais feliz!

4 – Aceita e transforma

O teu Natal é sempre uma merda? Quantas vezes já ouvi isto e quantas eu já vivi isto. Pois então digo-te mais uma vez: só depende de ti. Não podemos mudar as pessoas, deixar de ir trabalhar quando as nossas profissões assim o exigem, não podemos ressuscitar os mortos ou estalar os dedos e ter a cura para doenças terríveis, mas podemos aprender a lidar com isso. Pode demorar dias, semanas ou anos, mas acredita que vais chegar lá. Aceita, aceita, aceita e depois de aceitares vais conseguir passar por cima de todas as barreiras. Podemos viver pouco tempo, mas se for bem vivido já valeu a pena passar por este mundo.

5 – O Natal não é ficção

Não podes querer ter um Natal igual a A, B ou C. Podes construir o teu Natal ideal, dentro das tuas possibilidades e vivê-lo bem à tua maneira. Eu criei o meu Natal perfeito onde o mais importante é estarmos todos bem e querermos estar onde realmente estamos. Boa? Nunca estejas onde não queres, nem obrigues ninguém a estar. Nem no Natal, nem no resto do ano.

Feliz no Natal

Teoria da Elsa Para Quem Passa o Natal Sozinho:

É triste pensarmos que com tantos milhões de habitantes neste mundo existam pessoas que passam o Natal sozinhas, mas existem sempre razões para que isso aconteça.

– Pode ser uma opção pessoal e também é muito válido, desde que isso faça a pessoa feliz.

– Pode ser por teimosia, orgulho e outras palavras feias oriundas da parte má do ser humano e então nesse caso só a própria pessoa pode fazer algo por si. Esses sentimentos são tramados e autodestrutivos.

Pode ser para não incomodar. Aquele velho e estúpido sentimento tão idiota quanto enfiar pedras do nariz até não caberem mais (foi o exemplo mais ridículo que encontrei para definir as pessoas que acham que incomodam apenas por existirem. Por outro lado, se elas acham que incomodam é porque de facto podem ter atitudes que incomodam e tendo essa noção, não querem incomodar. Constatação: têm de rever a sua forma de estar com os outros).

Pode ser por muitas outras razões. O importante é perceberes de que forma podes ser mais feliz: sozinho ou acompanhado e encontrares uma solução. Felizmente, na Internet encontras inúmeras formas de procurar resolver essa situação. E não digas que não sabes ou não consegues, porque o Google é muito nosso amigo.

 

Se estás a ler este texto e encontraste este blog é porque ele te era destinado e vais conseguir tudo o que quiseres nesta vida.

Sabes porquê? Porque a Elsa te está a dizer, mas antes de confiares em mim, confia em ti.

Bom Natal e muita felicidade!

Deixa-me contagiar-te de alegria também através das minhas redes sociais, sobretudo o Instagram (sobretudo nos stories) e o Facebook.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here