Porque Ando De Transportes Públicos?

34
331

Porque consigo aproveitar o tempo para criar e pensar em coisas que me fazem bem, porque até posso dormir, porque detesto trânsito, porque Lisboa está um caos, porque gosto de me cruzar com pessoas, porque adoro observar, porque é bem mais barato, porque às vezes até consegue ser mais rápido, porque é uma opção mais sustentável, porque consigo escrever, porque consigo ler, porque quebro a rotina sedentária e me mexo um pouquinho, porque me consigo rir com as conversas alheias, porque sou muito mais feliz do que se estivesse completamente independente no meu carro.

São boas razões?

E vocês o que preferem?

Mas se pudesse preferia muito mais ir para o trabalho de paraquedas…

P.S.: De vez em quanto é bom lembrarmo-nos de boas experiências, lembram-se? Recordem aquiIMG_20161017_182232.jpg

 Ah… este texto foi escrito enquanto atravessava a cidade em plena hora de ponta! ?

Acompanhem-me também no Instagram aqui e no Facebook aqui.

COMPARTILHAR
As Teorias da Elsa
Sou casada de fresco, sou jornalista freelancer, sou uma mulher feliz e que gosta de espalhar felicidade pelo mundo! Interesso-me por temas de moda, saúde e bem-estar, viagens e tudo o que é diferente. Com este blog quero motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes. Espero que gostem!

34 COMENTÁRIOS

  1. Quando não se tem opção, o ideal é tentar tirar o máximo partido disso na mesma… Quando andava de carro tinha sempre as conversas em dia… ouvia rádio e distraía-me, mas sempre impaciente por causa do trânsito… e isso é que era pior…

  2. Isso é perfeito! Antes também ia contra o trânsito e demorava 15 minutos de Lisboa a Queluz… Agora tenho de atravessar Lisboa de uma ponta a outra e demoro quase uma hora. Por isso, mal por mal mais vale poupar e não stressar…

  3. Não muito obrigada… nada disso da calmaria de hora de ponta tem fundamento! Tiveste sorte em apanhar um lugar sentada para escrever. Ou então cá para mim usaste a opção escrita por vós…

  4. Perfeito perfeito é estar sentadinha no meu carrinho a ouvir música e cortar caminho para o trabalho! Infelizmente as pessoas só conhecem um único caminho para o seu destino!

  5. Concordo perfeitamente! Em 2011, ainda eu morava em Lisboa, decidi vender o meu carro. Lembro-me que todos me perguntavam “entao e que carro vais comprar?” e quando eu dizia “nenhum” ficavam a olhar para mim como se fosse um alien. A verdade e que morava e trabalhava no centro de Lisboa, raramente usava carro. Alem do factor economico, era mais rapido chegar ao emprego de autocarro, comecei a ler muito mais, e ainda admirava os primeiros raios de sol do dia no Tejo logo de manhazinha! Nao havia melhor forma de comecar o Dia!
    Quando me mudei para Bruxelas, escolhi uma casa que me permite ir trabalhar tanto de transportes publicos como a pe. Como as opcoes de transportes partilhados, aluguer bicicletas, etc sao muito mais aqui, continuo sem carro e nao me arrependo! : )

  6. Também gosto muito em especial aquele que me leva até Alcântara ou quando vou a Belém. Muito bom o nosso metro comparado com as mais pequenas cidades da província de qualquer pais europeu. Até dá gosto ver o nosso metro e compara-lo com qualquer capital europeia. Eles até vêm cá saber como conseguimos meter tanta gente em tão poucas carruagens! E depois a distancia entre estações! Uma maravilha muito bem elaborado, não se tem de andar quase nada, e até faz bem quando chove, sempre refresca as ideias. Com tantas facilidades nem sei como não há mais pessoas a andar de metro.

  7. Felizmente sou uma sortuda, mas também faço por isso. Em vez de ir de carro utilizo a bicicleta. Optei por este meio de transporte, depois da ultima viagem que fiz a Amesterdão. Realmente eles tem uma visão muito à frente!!! Não se inibem, quer seja o Dr ou comerciante…Temos muito a aprender e evoluir!

  8. Gosto imenso de conduzir e sei o conforto que andar de carro dá mas andar com carro em Lisboa parece-me ser sempre impossível! Está sempre trânsito de manhã, há cada vez menos lugares para estacionar. Torna-se mais fácil andar a pé ou de metro, porque os lugares estão mais próximos do que aquilo que pensamos.
    Também gosto de andar de autocarro pois é um trajeto fixo, sei mais ou menos quanto demora e vou entretida com os fones nos ouvidos. O mais chato é que vivo um pouco longe do trabalho – se a viagem fosse mais curta, andaria sempre de transportes públicos.

  9. Também adoro conduzir… mas com trânsito dispenso. Cada vez também existem menos lugares de estacionamento (e pagos), é um facto! A música é uma boa opção, mas eu gosto imenso de ouvir o que se passa à minha volta… 😀

  10. Epá …Tinha-me esquecido e andar de bicicleta! Bem isso é óptimo, tenho a sorte de morar na Amadora, bem lá no alto e trabalhar na Povoa de Santa Iria, e como dá gosto levantar-me bem cedo e ir de bicicleta para o trabalho. Isto para não falar nos dia que existe vento e faz um frio de doer a pele. Bom e depois de uma volta de 2 horas por Lisboa e arredores, tão bem que ficamos… Trabalhamos todos suados e super cansados, mas não faz mal, o pessoal até gosta, ao almoço até dá jeito ninguém se senta ao nosso lado, temos mais espaço no refeitório. E depois está tudo preparado cá em Portugal para todos andarem de bicicleta, todas as lojas de rua e Centros Comerciais têm zonas para colocar a bicicleta , já para não falar nas escolas e faculdades que têm imensas zonas de paragem de bicicletas. Realmente fico muito feliz com a frequência de pessoas que utilizam a bicicleta para irem para os seus empregos , Lisboa é tal e qual Munique, sem tirar, quase gémeos.
    Realmente essa da bicicleta é o máximo, isto de alguns viverem uma vida faz de conta…Devemos lutar por transportes de qualidade, temos de pensar nos idosos, nas crianças de colo, nas pessoas com deficiências físicas, por exemplo da visão, estão os nossos transportes públicos preparados para dar resposta as solicitações destas pessoas com maiores dificuldades. Tenho conhecimento de pessoas que moram no Seixal e têm de trabalhar em Lisboa ao fim de semana, as dificuldades que passam com filhos de colo ou familiares cegos, os fins de semana são longas viagens de horas, de espera em paragens etc. Já pensamos em pedir por melhores transportes mais frequentes (não de meia em meia hora), mais carruagens ou autocarros.Os transportes em Cidade não são para dar lucro são é para auxiliar os seus habitantes a ter uma melhor qualidade de vida. O lucro é a cara de felicidade no rosto das pessoas porque os transportes são agradáveis e rápidos.

  11. Eu adoro comboios. Acho que um dos motivos é o facto de, durante os meus dois primeiros anos de vida, ter morado ao lado da estação e costumar ver os comboios a passar com a minha avó. Mas continuo a gostar imenso de andar de comboio – mais do que de metro, faz-me falta a luz do dia. Também costumo aproveitar para escrever e, tal como disseste no outro texto, um dia vou fazer a Linha de Sintra completa só a escrever.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here