Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Lyon: uma cidade surpreendente

14581297_10209414950944282_549623384647360963_n.jp

 

Lyon foi uma cidade que não surgiu propositadamente na minha vida. Simplesmente surgiu e muito agradeço esse facto. Foi uma surpresa totalmente inesperada e da qual gostei bastante. É uma das maiores cidades francesas e foi fundada pelos romanos em 43 a.c., chamava-se Lugduno e era a capital da província da Gália. Também é conhecida por ter sido aqui que nasceram os irmãos Lumière, considerados os pais do cinema.

Apenas estive na cidade umas horas, mas que serviram perfeitamente para ficar encantada e conhecer alguns dos maiores pontos turísticos. Fiquei convencida de que França não é apenas Paris e que a cerca de 450 km, esta é uma das fortes possibilidades para fugir ao frenesim parisiense.

Cheguei a Lyon (a partir de Estrasburgo) de TGV (estação de Lyon Part-Dieu - fica no centro da cidade e tem acesso ao metro e outros transportes), que aliás, muito recomendo, como podem ler aqui.

Das poucas pesquisas que fiz percebi que o local mais imperdível era a Basílica Notre-Dame de Fourvière e essa foi precisamente a primeira paragem. A viagem até ao alto da colina faz-se rapidamente através do funicular (metro linha verde em direção a Gare de Vaise - a troca para o funicular faz-se em Vieux Lyon Cathédrale St. Jean). 

 

IMG_20161002_123341.jpg

 

A vista a partir da Basílica é de 180º e daqui consegue ter-se uma perfeita noção da cidade.

 

IMG_20161002_121220.jpg

 

A fachada da Basílica é lindíssima e tem elementos de arquitetura românica e bizantina.

 

IMG_20161002_121928.jpg

IMG_20161002_121936.jpg

IMG_20161002_122613.jpg

 

O seu interior é igualmente deslumbrante.

 

IMG_20161002_131024.jpg

 

Relativamente próximas da Basílica estão as ruínas dos Teatros Romanos de Fourviére. Construídos entre os séculos XVII e XV a.c. por ordem de Augusto.

 

IMG_20161002_132350.jpg

 

Dos teatros romanos para o centro da cidade é um rapidinho e faz-se o caminho tranquilamente a pé (a descer todos os santos ajudam). São aproximadamente 20 minutos.

 

IMG_20161002_132907 (1).jpg

 

A primeira paragem no centro é no largo da Catedral de Saint-Jean no Vieux Lyon (com algumas características semelhantes à Catedral de Notre-Dame em Paris).

 

IMG_20161002_133518.jpg

 

Ainda no largo da Catedral é possível avistar a Basílica Notre-Dame de Fourvière e perceber o encanto da colina onde está inserida.

 

IMG_20161002_150547.jpg

 

IMG_20161002_160228.jpg

IMG_20161002_160631.jpg

IMG_20161002_152228.jpg

 

Seguindo pela rue Saint-Jean encontramos no número 60 o Musée Miniature et Cinéma, que podem conhecer melhor aqui neste blog. Foi dos museus, dentro da área do cinema, que mais admirei até hoje e cuja visita considero obrigatória nesta cidade.

 

IMG_20161002_163749.jpg

IMG_20161002_163801.jpg

 

A rue Saint-Jean é um excelente local para fazer uma refeição ou até visitar algumas lojas típicas. É uma das ruas mais bonitas e antigas do centro.

 

IMG_20161002_172240.jpg

IMG_20161002_164946.jpg

 

Continuando em direção ao rio Saône podemos avistar as várias pontes que o atravessam bem como, e mais uma vez, a lindíssima vista para a colina de Fourvière.

 

IMG_20161002_170722.jpg

Para mim esta é uma das praças mais bonitas da cidade, a Place des Jacobins, que deve o seu nome aos dominicanos ou jacobinos. A fontaine (fonte) des Jacobins torna a praça ainda mais interessante, destacando-se no meio dos prédios.

 

IMG_20161002_181859.jpg

 

Lyon tem dois rios: Ródano e Saône. A imagem em cima é do Ródano, um importante rio europeu com um total de 812 km de cumprimento que nasce na Suíça e desagua no mar Mediterrâneo.

 

IMG_20161002_193720.jpg

Até o aeroporto de Lyon-Saint-Exupery é fantástico do ponto de vista arquitetónico - este lindíssimo teto foi desenhado pelo arquiteto Santiago Calatrava. Situa-se a 20 km do centro da cidade e está acessível através do Rhônexpress, uma espécie de elétrico que demora cerca de 30 minutos a partir da estação Lyon Part-Dieu. O nome do aeroporto é uma homenagem ao piloto e escritor Antoine de Saint-Exupéry - quem nunca leu ou ouviu falar do famoso "Principezinho" (um dos seus livros mais famosos)?

 

Eu confesso que não tinha razões para visitar esta cidade. Agora tenho a certeza que um dia hei-de voltar com mais tempo para desfrutar das suas gentes e possivelmente de alguns dos inúmeros eventos que aqui ocorrem. Lyon vale muito a pena conhecer!

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post