Lisboa | O Mundo Fantástico Da Sardinha Portuguesa

3
506
Sardinhas

Nunca pensei que pudesse existir um Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa, mas existe!

Bem no coração da capital, na zona do Rossio, podemos encontrar uma loja onde a sardinha portuguesa é a rainha.

Aliás, se observarmos bem, nem é a sardinha que mais se destaca, mas sim a lata.

A loja encontra-se agrupada por datas desde 1916 até 2018.

Todas as latas de sardinha contêm uma data que é um acontecimento de revelo do ano em causa e o nascimento das personalidades mais relevantes de tal data.

Cada década tem uma cor base e cada lata tem uma tonalidade própria.

Provavelmente quem compra estas latas nem as pretende abrir e deliciar-se com a iguaria em conserva.

O resultado é um verdadeiro “circo” de latas

Também a decoração desta loja é um mimo, daí o nome Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa.

Tanto a banda sonora (criada especialmente para a loja pelo artista Carlos Alberto Moniz), como os diversos apontamentos de luz e decorativos espalhados ao longo do estabelecimento prendem a atenção quer de miúdos como de graúdos.

Com uma grande aposta em adornos circenses, onde até os colaboradores estão vestidos a rigor, o objetivo é transformar esta loja no “maior espetáculo do mundo”.

 

O que eu descobri?

Descobri que a Adele e a Rihanna nasceram no mesmo ano que eu: 1988.

Também fiquei a saber que o telescópio espacial gigante Hubble entrou em funcionamento no ano em que eu nasci.

IMG_20161210_170710.jpg

Sobre a sardinha:

Dentro de cada lata existe apenas um produto, com uma receita transversal a todas as latas: 140 gramas de sardinha portuguesa em azeite.

Se vale a pena comprar?

Por aquilo que tive oportunidade de observar, tanto os estrangeiros como os portugueses acham imensa piada à loja.

Mas, efetivamente, e até porque a inscrição nas latas se encontra em português e inglês, são os estrangeiros que mais compram.

História da Loja:

O Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa pertence à Fábrica das Conservas da Murtosa (COMUR).

Estão no mercado há 75 anos.

Criaram esta loja como uma forma de homenagear a sardinha portuguesa e com o objetivo de revisitar o último século da história de Portugal e do Mundo.

Onde?

Na praça Dom Pedro IV, no número 39, no Rossio, em Lisboa.

A loja encontra-se aberta ao público das 10 às 22 horas.

um conceito inovador

Na minha opinião esta pode ser uma prenda bastante engraçada, diferente e original para oferecer.

Acho o conceito e a abordagem extremamente inovador e que vale mesmo muito a pena visitar.

Não é apenas uma loja que vende sardinhas em lata, mas uma experiência que quem a visita tem oportunidade de viver.

 

Para quem já conhece: o que acharam desta loja?

Os restantes ficaram curiosos?

Acompanhem-me também no Instagram e no Facebook.

COMPARTILHAR
Eu sou a Elsa e tenho 29 anos. Sou uma mulher feliz e cheia de teorias. Adoro viajar, estar por dentro das novidades de lifestyle e casei-me em 2017, por isso, também tenho muitas dicas para vos dar. Espero que gostem do meu cantinho!

3 COMENTÁRIOS

  1. Na minha opinião a loja não reflecte a cultura portuguese como deveria. Um lixo de armadilha para turistas!
    A conserveira de Lisboa e muito melhor.

  2. Acho que a loja não pretende mostrar a cultura portuguesa, até porque não existe mesmo nada que o possa transmitir. Pretendem sim, evidenciar-se pela diferença e colocar um produto típico português na rota do turista. 😀

  3. Neste fantástico mundo que se vai desenvolvendo à volta da sardinha devemos concluir, que a sardinha está realmente na moda, pois parece não haver local algum, onde não se encontre esta famosa figura.
    Fantástico também e por falar em moda é que até se consegue encontrar um polo com uma sardinha, verde por sinal, mas curioso é a CML estar a publicitar um rejuvenescimento dos mercados de Lisboa utilizando alguns pregões das varinas e esta sardinha verde também estar a utilizar pregões na sua página de Facebook.
    Com a preparação das Festas de Lisboa para breve será pertinente perguntar, que mais sardinha iremos ver e se pregões também iremos ouvir, no Rossio e não só. Aguardemos então, pois a sardinha é de Todos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here