Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Dedicado aos adolescentes!

IMG_20160520_185751.jpg

 

 

Aos 15 anos pensava que ia conquistar o mundo. Julgava que tinha tudo, e mais alguma coisa, para ensinar e que todos à minha volta pouco ou nada sabiam. A mudança de escola fez com que percebesse que afinal eu é que tinha de aprender. E aprendi tanto... sobretudo que a vida era bem mais complexa do que eu imaginava ou compreendia. Cresci, cresci muito. Aprendi a lidar com o meu espaço, a defendê-lo e a defender-me. Existiam dias em que parecia estar num campo de  batalha... apenas entre mim e as pessoas à minha volta. Houve tanta coisa que aprendi da pior forma... Tantas emoções à flor da pele. Tantos dias em que me fiz de forte sem ter força. Tantas lágrimas que derramei por inúmeras razões ou nenhumas. Tantas injustiças que talvez até fossem justas para os outros. Tantas descobertas, aprendizagens e experiências que hoje me fazem olhar para a minha adolescência e agradecer. Agradecer muito pelas vezes em que bati com a cabeça, das que fiz coisas sem pensar, das que gostei de quem não devia gostar e das que apostei no que nada valia. Mas considero que ser adolescente é tudo isso... É como um aspirador, tanto suga o lixo como o anel perdido.

Este post é dedicado a todos os adolescentes. Não é nada fácil quando achamos que algo deve ser assim e somos contrariados. Não é nada fácil fazer novas amizades, mas as que ficam duram a vida inteira. Não é nada fácil ser adolescente quando se quer ser adulto e só agora eu sei que não é fácil ser adulto, mas também tenho a certeza que aprendi a ser adulta graças à minha adolescência. Ser adolescente é não ter certezas, nem nos sentimentos, nem nas ações. Ser adolescente é tão bom! É partir à descoberta. É encontrar pessoas novas e diferentes em cada canto. É ser livre de grandes responsabilidades. É não ter patrão (só se considerarem alguns pais). É ser feliz, bolas! Fico tão triste quando vejo adolescentes tristes, vítimas de bullying, com poucos amigos ou nenhuns, sem rumo, sem vontade, sem motivação, sem sonhos, com baixa autoestima ou simplesmente infelizes... Mesmo quando tudo parece correr mal, existe sempre uma saída. Só têm de a encontrar... Por favor, vivam! É a vossa função e do vosso futuro. Um futuro que para ser risonho, só depende de vocês.

 

2 comentários

Comentar post