Como Poupar Dinheiro No Casamento

4
944
Como poupar dinheiro no casamento?

Esta foi a minha primeira pergunta quando pensei em casar: “Mas porque é tão caro?” Já a segunda foi: “Como é que vamos poupar dinheiro no casamento?”

Sempre fui apologista de que todos os problemas têm solução, portanto, tive de arranjar uma.

Há muito que sabia, através de amigos ou familiares, que casar era muito dispendioso, mas a verdade é que nunca me tinha questionado verdadeiramente sobre o assunto.

Quando começámos a fazer contas, percebemos rapidamente que quase estávamos a cometer uma loucura.

Recordo-me de um dia ter feito tantas contas que o meu cérebro bloqueou de tal maneira que só pensava em desistir.

O choro invadiu a minha mente e só me ocorriam comparações idiotas do género: “Com esse dinheiro eu conseguia pagar três rendas” ou “O quê?! Tanto dinheiro por isso? Quase que dava para comprar um carro”.

A verdade é que desde sempre que os preços para casamentos são muito inflacionados.

Convidados Casamento

Nós tivemos mais de 200 convidados e obviamente que quantos mais, mais encarece.

Não é fácil fazer uma lista, por isso, tivemos de arranjar soluções.

Casar é mesmo caro!

E é caro desde as pequenas coisas até às mais complexas, daí termos metido muitas vezes “mão à obra”.

Poupar dinheiro no casamento

Conseguimos poupar dinheiro no casamento sobretudo nos “trabalhos manuais”, como por exemplo:
  • Fomos nós que fizemos o grafismo, a fotografia, a montagem e a impressão dos convites;
  • Fizemos também as lembranças, desde a fotografia até à sua impressão e acabamento;
  • Soluções de decoração bastante mais económicas reaproveitando frascos, rolhas ou copos, que ficaram bem ao nosso gosto.

Poupar dinheiro no casamento

Depois, poupamos na escolha dos fornecedores. Como?

Primeiro pesquisámos muito. Mas quando digo muito, imaginem que até em sonhos eu conseguia pesquisar.

Quantas não foram as vezes em que acordei, de propósito, para fazer uma pesquisa na Internet.

Estava a dormir, a sonhar com algo que fazia todo o sentido e simplesmente acordava para verificar se existia ou de que forma é que a podia encontrar.

De facto, a Internet tornou-se no nosso maior aliado, até porque a forma como quisemos fazer a cerimónia não era convencional e a dois meses do nosso casamento, o balanço da organização era muito positivo.

A escolha dos fornecedores foi crucial para conseguirmos poupar e ter o nosso casamento de sonho.

Posso dizer-vos que em alguns casos, mais do que fornecedores, tivemos mesmo amigos.

Encontrámos pessoas espetaculares que nos ajudaram muito.

Trabalhámos bastante com revendedores, com fornecedores on-line, com amigos e amigos de amigos.

Poupar dinheiro no casamento

Com criatividade consegue-se poupar dezenas de euros. Fácil:

Este creio que foi um dos pontos mais interessantes.

A criatividade também implica arranjar fórmulas mágicas.

Imaginem: os convites, por exemplo, foram impressos em folhas A4, frente e verso.

Sendo que cada folha A4 correspondia a dois convites. Qual foi a ciência?

Fazer cálculos (duas horas aproximadamente) para perceber como é que ia fazer a montagem de forma a que quando fizesse as dobras que pretendia para ficar com o tamanho A6 não ficássemos de cabeça para o ar.

Eu sei que é difícil perceber, mas quando vos mostrar o convite e todo o procedimento, vocês vão entender.

Imaginar toda a estrutura já não foi fácil, executar foi mais difícil ainda.

Houve uma noite em que fiquei mais de seis horas a fazer “dobras” com uma das minhas madrinhas.

A criatividade pode não nascer connosco, mas existem ferramentas muito úteis como o Pinterest.

ementas casamento

As Feiras de Noivos podem ajudar a obter descontos. Sim!

Na Exponoivos eu fui mesmo muito feliz.

Por um lado, foi praticamente a minha primeira abordagem ao universo dos casamentos, por outro, foi excelente para conhecer alguns fornecedores com preços mais em conta.

Existem algumas vantagens, por exemplo, em pacotes completos, ao nível da fotografia e do vídeo ou algumas soluções interessantes de animação.

Para quem decidir ralar-se pouco com a organização da união e literalmente “comprar feito”, não faltam opções e descontos associados.

casamento

Com tempo é possível poupar milhares de euros. Acreditem!

A maioria dos noivos opta pelas soluções de pacotes tudo incluído porque não têm tempo.

Mas nunca ouviram dizer que “o tempo vale dinheiro”?

Neste caso ainda se aplica mais esse velho ditado, porque se os noivos conseguirem ter tempo para procurar, investigar e contactar, vão certamente poupar uma pequena fortuna.

No meio de vários trabalhos e noitadas nós lá conseguimos.

O facto de passar a trabalhar como freelancer e fazer a gestão do meu dia-a-dia foi  crucial.

tempo casamento

Paciência e persistência são mesmo as palavras chave na poupança.

Sem isso nada feito e não vale a pena se chatearem.

Eu e o meu marido sempre fomos muito equilibrados nas ideias, mas de vez em quando lá discordávamos de algo.

É normal (somos os dois bastante teimosos :P).

Mas, por favor, não se zanguem por coisas mínimas, afinal estão a preparar o melhor dia da vossa vida.

Nunca se esqueçam disso e garantidamente que não há nem dinheiro nem poupanças que paguem isso.

Flores casamento

Negociar tem de começar a fazer parte do vosso negócio. Ok?

Encarem o vosso casamento, superficialmente, como um negócio.

Em todos os negócios é preciso negociar, certo?!

A questão regressa à minha grande primeira pergunta: Porquê que casar é tão caro?

Às tantas já começa a apetecer dizer que estamos a organizar uma festa com amigos e familiares.

A simples palavra CASAMENTO pode acrescentar cerca de 70% ao valor justo.

O que é muito injusto para quem apenas quer dizer ao mundo que ama outra pessoa.

Por isso, aprendam quase a regatear e se não têm experiência, o melhor é fazerem um estágio na Feira da Ladra, por exemplo (brinco, brinco, mas às vezes até saem algumas coisas inteligentes – coaching em organização de eventos na grande feira de usados e velharias de Lisboa. Uau!).

Poupar dinheiro no casamento

Todas as dicas até agora são baseadas na minha experiência pessoal.

No fundo, não abdicámos de nada, mas tivemos muitas “canseiras”.

No entanto, existem ainda outras formas de poupar, nós também as ponderámos, mas não avançámos.

Poupar dinheiro no casamento

Se queres e precisas mesmo, mesmo de poupar dinheiro no casamento é assim:
  • Esqueçam os convites em papel, optem por enviar por SMS ou email. Poupança 100% garantida.
  • Juntem-se a outros noivos/ outro casamento. Conjugação perfeita para quem não se importa em dividir €€€ e um grandioso, único, inesquecível e brutal dia.
  • Casar em época baixa. O Inverno é sempre boa altura para poupar. Para mim nem pensar. O Verão aquece-me a alma.
  • Definirem prioridades e abolirem coisas mais superficiais. Cada um define à sua maneira.
  • Cortarem na lista de convidados. Esta é a forma mais eficiente de gastar menos.
  • Nada de fotografias nem de vídeo. Jamais! E acho que está tudo dito.
  • Lua-de-mel cá dentro. Nop.

Espero que estas dicas vos sejam realmente úteis e mais ainda que consigam poupar e ter um casamento de sonho.

Acompanhem-me também no Instagram e no Facebook.

Fotos: Pixabay.com

COMPARTILHAR
Eu sou a Elsa e tenho 29 anos. Sou uma mulher feliz e cheia de teorias. Adoro viajar, estar por dentro das novidades de lifestyle e casei-me em 2017, por isso, também tenho muitas dicas para vos dar. Espero que gostem do meu cantinho!

4 COMENTÁRIOS

  1. ah, o casamento, pode ser um grande ladrão de dinheiro.
    outro ponto importante: tenha o dinheiro todo antes de casar. se deixar para financiar tudo, vai pagar ainda mais caro. e às vezes o casamento não chega ao final da dívida.
    posso repostar seu texto no meu site?

    • Sem dúvida que isso é essencial. Não se pode contar com algo que não existe e pedir dinheiro emprestado para o casamento ou qualquer outra situação do género pode ser um risco. Pode repostar. Obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here