Cheguei Aos 29 Anos. Ainda Não Foi Aos 30!

9
2370
“Estás quase a chegar aos trinta”, esta é a frase que mais se ouve quando se faz 21 anos.
Já passaram oito anos desde comecei a ouvir isto… E agora sim, estou a ficar cada vez mais perto dos trinta.

 

Pergunto eu: “E então? O que vai mudar?” E a resposta imediata é: “Estás a ficar mais velha e com menos energia, capacidade e paciência para fazer determinadas coisas…” Pois já me disseram!

A minha resposta é só uma: A mudança está na cabeça das pessoas. A vida é para ser vivida todos os dias da nossa vida. Seja sozinhos, acompanhados ou assim-assim.

 

Tenho 29 anos a partir de ontem e até de ante-ontem daqui a um ano e vou viver com toda a intensidade de que for capaz.
Posso dizer que os meus 28 anos foram espetaculares e inesquecíveis.

 

O meu casamento está no topo das coisas mais incríveis que me aconteceram neste ano maravilhoso, logo de seguida a minha lua-de-mel, mas tudo isto foi memorável e, de certa forma, possível por me ter libertado de uma vida que não podia aceitar ser para mim.

Estou feliz, estou tão feliz. Sou feliz!

 

E assim serei sempre… E mesmo que infelicidades se aproximem, serei feliz na mesma!

Juro nunca ficar a pensar no quanto poderia ser feliz, sem lutar pela felicidade, pelo menos na minha cabeça… Esse ponto que considero fulcral neste esquema todo da felicidade.

elsa

P.S.: Sim. Cortei o cabelo e sinto-me muito mais leve. Precisava de uma mudança física imediata e visível. Gostam?

 

Sigam-me também no Instagram aqui e no Facebook aqui.

COMPARTILHAR
Eu sou a Elsa e tenho 30 anos. Sou uma mulher feliz e cheia de teorias. Adoro viajar, estar por dentro das novidades de lifestyle e casei-me em 2017, por isso, também tenho muitas dicas para vos dar. Espero que gostem do meu cantinho!

9 COMENTÁRIOS

  1. Pois vou eu fazer 30 amanhã e não sinto nenhuma mudança a se aproximar. Aliás sinto que vou fazer 20! 🙂 quando fiz 29 senti um pouco de peso e desejo de mudança. Tanto que fiz por isso, mas neste momento estou bem tranquila, apesar de doente e cansada. Acho que daqui para a frente a vida deve tornar-se mais leve, com a bagagem que trazemos, pouca coisa já nos derruba 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here