Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

5 dicas para um natal mais light

christmas-791110_1920.jpg

 

Esta época é especialmente adorada lá em casa. A minha família é do norte e se há coisa que não pode faltar é uma mesa recheada com tudo o que a tradição obriga. O grande problema é que cumprindo a tradição vamos obrigatoriamente aumentar os números da balança. O que nesta fase, para mim, pode ser uma valente regressão nos resultados que tenho obtido. Nunca fui grande apreciadora de doces, mas a verdade é que a família aumentou e com isso ganhamos cozinheiros exímios que, de facto, fazem iguarias que enchem o olho. Não tendo muitas escolhas quanto a esta preocupação alimentar ser apenas minha... vou literalmente ter de meter mãos à panela! Já me informei com a minha nutricionista sobre como tornar o meu pós-natal menos doloroso e ela deixou-me algumas dicas que também partilho convosco:

 

#1 Antecipar as compras de natal, fazer uma lista de alimentos e definir os pratos. Além de poupar dinheiro, minimiza as sobras.

 

#2 Fazer opções de entradas menos calóricas. Como? É tão simples que até fiquei admirada...

Pasta de atum ou de delícias do mar feitas com queijo fresco light ou quark 0% em vez da tradicional maionese.

Saladas frias também é uma excelente hipótese de entrada.

Cogumelos recheados... Como é que nunca me lembrei disto?

Espetadas de mozarela e tomate ou húmus (pasta de grão-de-bico condimentada, característica da cozinha do Médio Oriente) com palitos de cenouras.

 

#3 Esta é a parte mais complicada, na minha opinião: Não ir com fome para a mesa! O problema é que só de olhar para ela já devo salivar. O truque é comer uma sopa antes e reforçar o prato principal com legumes e/ou salada.

 

#4 Fazer uma seleção de três sobremesas e comer uma colher de sopa de cada. Esta parte também não parece fácil sobretudo quando, como no meu caso, devo ter pelos menos 10 variedades, mais os doces típicos. Outro truque é substituir o açúcar por Stevia (um adoçante natural).

 

#5 Confeção dos doces tradicionais. Alguns podem ir ao forno, em vez de serem fritos, podemos reduzir na gordura e no açúcar e, segundo dizem, mantém a característica mais importante: o sabor, acrescentando o extra de serem mais saudáveis. No entanto, se tiverem necessariamente de ser fritos, podemos optar por usar azeite ou óleo de amendoim e no final envolvê-los em papel absorvente.

 

Já sabem que sou fã da minha nutricionista pelas diversas razões que podem encontrar aqui. Como já referi a algumas pessoas que me contactaram para obter o seu contacto, não tenho qualquer tipo de parceria com ela, mas admiro o seu profissionalismo e simpatia, por isso, se também tiverem interesse em conhecê-la perguntem-me como por e-mail (asteoriasdaelsa@gmail.com) ou através do facebook.

 

Agora já não têm desculpas para não ter um natal mais saudável... E eu também não!

5 comentários

Comentar post